APBM

Relatório da Comissão - participação do masculino no Brasileiro

18/08/2017 | XXXIII Campeonato Brasileiro Master de Basquete

Abaixo, mensagem do Presidente e o relatório final da participação do masculino nos campeonatos Brasileiros.

"Meus caros,

Segue em anexo o relatório da Comissão criada em 29 de novembro de 2016 e alterada a presidência em 4 de junho de 2017.

Como pode ser observado, a comissão entendeu que o objeto dessa comissão era regulamentar a situação dos estrangeiros para o masculino, o que achamos completamente coerente, pois não se especifica em lugar algum que o feminino estaria dentro dessa norma, como foi amplamente reinterado no grupo de wattsApp dos presidentes.

Então "sugiro" aos presidentes e especificamente as associações que sempre levam equipes femininas para os brasileiros que, se assim estiverem de acordo, essa regra para o feminino entre na pauta da assembleia do brasileiro de Maceió e seja nela discutida.

Caso não haja nada em contrário ao relatório encaminhado pelo Presidente da Comissão,Roberto Viana, e não seja necessário nenhum debate durante todo dia 17 próximo, amanhã, todos estarão de acordo de que essa regulamentação já poderá ser inserida no Regulamento do Campeonato Brasileiro e a organização do mesmo já poderá divulgar para todos o regulamento oficial do campeonato.

Segue também a Portaria inicial de 29 denovembro de 2016 e a de junho de 2017 onde tem a alteração da presidência da comissão.

Abraços,

Carlos Alberto Medeiros Galvão

 

Presidente da Federação Brasileira de Basquetebol Master 

Membro da International Board da Federação Internacional de Basquetebol Master 


PORTARIA Nº 002 DE 23 DE NOVEMBRO DE 2016
(Publicada pela Presidência da FBBM)

Senhor Presidente,

A Comissão para regulamentação das propostas aprovadas para o MASCULINO no Congresso Técnico do XXXll Campeonato Brasileiro de Basquetebol Master de 2016, apresenta proposta para Regulamentação dos itens descritos na referida Portaria:

  1. Limitação do número de atletas estrangeiros numa determinada associação:


Está registrado na ATA do congresso técnico que qualquer associação poderá contar com no máximo quatro atletas “estrangeiros” por equipe. A Comissão entende que atleta estrangeiro é aquele registrado no banco de dados da FBBM em nome de outra associação independentemente do Estado ou País que ele reside. A Comissão entende ainda que o “passe” pertence ao atleta e não a associação, portanto, quando o atleta solicitar por escrito (pode ser por meio magnético com assinatura digitalizada) a sua transferência para outra associação a FBBM deverá providenciar no prazo máximo de dez dias úteis contados da data que o valor da taxa de transferência tiver sido creditado na sua conta e também na conta da associação que cedeu o atleta. A taxa de transferência deverá ser paga na proporção de 20% para FBBM e 80% para a associação cedente. A FBBM dará ciência a associação no prazo de 10 dias úteis a associação onde o atleta é filiado do pedido de transferência.
O limite de quatro estrangeiros inclui os atletas que vieram da “Bolsa”.
 Conforme aprovado no Congresso Técnico de João Pessoa a inserção do nome de um atleta na Bolsa só terá validade se for feita pelo presidente ou por um representante autorizado de uma associação, entretanto, se o presidente da associação negar fazer a inscrição solicitada pelo atleta, este deve contatar a FBBM e solicitar que a mesma realize a sua inscrição. Antes de registrar o atleta, a FBBM consultará o presidente da associação a qual o atleta for vinculado para entender o motivo da recusa e só depois decidirá pela inclusão ou não do atleta na bolsa.
Caso esta regulamentação seja descumprida pela associação organizadora da competição, a mesma terá que pagar uma multa correspondente a 30% do salário mínimo vigente no ano da competição, sendo 20% para a FBBM e 80% para a associação a qual o atleta está registrado.
Não será permitido participar da competição atleta que não seja registrado a uma associação filiada a FBBM.

  1. Situação de algumas associações com número mínimo de atletas:
    A Comissão entende que se a faixa etária (categoria) de uma associação, mesmo contando com o reforço de quatro “estrangeiros”, não consegue montar uma equipe para a competição, seu Presidente poderá indicar seus atletas para a Bolsa. Desta forma, eles não deixarão de competir.
    Uma associação com mais atletas “estrangeiros” que nativos não parece ser uma boa representação de um Estado. 
  1. Cadastro geral dos atletas na FBBM:
    O Cadastramento dos atletas no banco de dados da FBBM já foi iniciado e o link foi postado no grupo dos presidentes. O atleta ficará registrado na associação que o registrou, independentemente do estado ou país em que resida. O passe pertence ao atleta e não a associação.
    O prazo limite para cadastramento será dia 31/08/2017. A associação que não tiver esta informação deverá enviar um e-mail para theobaldomotta@hotmail.com solicitando o website, login e senha. Pode contatar também por whatsApp através do número  84 999215227 (Theobaldo Motta) É muito simples e com poucos clicks o atleta estará cadastrado.
  2. Prazo de transferência de atleta de uma associação para outra:
    Só será permitida a transferência no máximo até 60 dias antes do inicio da competição. Após a transferência, a FBBM deverá comunicar a associação de origem do atleta no prazo máximo de dez dias corridos para manter as associações informadas e evitar que um presidente seja pego de surpresa com a transferência de atleta como aconteceu com uma associação recentemente.
  3. Valor da taxa de transferência:
    Fica estabelecido o valor equivalente a 60% do salário mínimo vigente no ano da competição. O atleta que comprovar mudança de domicilio a FBBM estará isento do pagamento da referida taxa de transferência.

Nota 1: A nomeação da Comissão descrita na Portaria nº 002, de 23 de novembro de 2016 da Presidência da FBBM  tem como finalidade regulamentar as propostas aprovadas para o MASCULINO no Congresso  Técnico do XXXll Campeonato Brasileiro de Basquetebol Master de 2016 na cidade de João Pessoa.

Nota 2: A Comissão entende que a regulamentação acima são aplicáveis apenas as equipes masculinas, com  exceção das  equipes de 70 anos em diante.

Comissão composta por:

Roberto Viana (Diretor Secretário da FBBM/AVAB-RN)Presidente
Balduíno Viana (AVAB-PB) Membro

Paulo Seráfico (APBM) Membro
Sérgio Maraca (AVABRA)Membro

Roberto de Carvalho Chaud (UVB) Membro

 



Comentários

Contato

(41) 4106-1194

Av. Presidente Getúlio Vargas, 4089 - Água Verde
CEP: 80240-041 - Curitiba - PR - Brasil